Ministério da Integração Nacional quer incentivar economia digital no País

Ministério da Integração Nacional quer incentivar economia digital no País

Fatia dos Fundos de Desenvolvimento destinada a projetos na área de tecnologia e inovação deve crescer 200% em 2018
Por Assessoria de Comunicação

Publicação: 13/09/2017 | 20:12

Última modificação: 26/09/2017 | 16:43

Brasília-DF, 13/9/17 - O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, anunciou a intenção de ampliar o financiamento de projetos ligados à tecnologia e inovação. Ele participou, nesta terça-feira (13), do Congresso Brasil Competitivo 2017, em São Paulo (SP). "Debater ações que fortaleçam a economia digital é determinante para o desenvolvimento, a eficiência e a competitividade, tanto no setor público como no privado. O objetivo é que este novo cenário econômico permita a geração de oportunidades e de empregos. Seguramente, é o futuro do nosso País", afirmou o ministro.

Helder Barbalho destacou que o Ministério da Integração Nacional já garantirá maior apoio a projetos desses segmentos a partir de 2018: a fatia dos recursos disponibilizados pelos Fundos de Desenvolvimento a empreendedores de áreas ligadas à pesquisa, tecnologia e inovação será ampliada em mais de 200%, passando de 1,5% para 5% do total. A Pasta administra os Fundos Constitucionais e os Fundos de Desenvolvimento, ambos voltados a promover o desenvolvimento regional no Nordeste, Centro-Oeste e Norte do País.

R$ 4 bilhões

Os recursos oferecidos para estimular os setores de Tecnologia e Inovação por meio dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE), do Norte (FNO) e do Centro-Oeste (FCO) somaram, nos primeiros sete meses de 2017, cerca de R$ 630 milhões. Já os Fundos de Desenvolvimento - da Amazônia (FDA), do Nordeste (FDNE) e do Centro Oeste (FDCO) - podem colocar à disposição desses setores, até o fim do ano, R$ 3,3 bilhões.

"Os Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento são hoje o principal mecanismo de fomento das economias destas três regiões do Brasil. Eles passam a exercer um protagonismo central para o fortalecimento da economia digital", afirmou Helder Barbalho.

Competitivo

Promovido pelo Movimento Brasil Competitivo - MBC, o evento em São Paulo reuniu lideranças públicas e representantes do setor privado. Estiveram presentes o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab; o ministro da Saúde, Ricardo Barros; o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; e o prefeito da cidade de São Paulo, João Doria.

Ouça e faça o download do boletim de rádio: